DOS DIÁLOGOS INFORMAIS 21 E 22

21
Beijos

— Seu beijo é muito bom... Só atrapalha o bigode, que pinica um pouco...
— O seu também. Só o gosto do batom não é bom. Mas é gostoso acariciar a pele macia do seu rosto, seus cabelos...
— Também gosto de acariciar seu rosto. A barba escanhoada...


— Seu beijo é muito bom... Bom sentir seu bigode, acariciar sua barba densa...
— O seu beijo também. Gostoso acariciar seu rosto, a barba escanhoada... Delicioso o perfume do seu após barba...
— Você gostou?


— Seu beijo é muito bom... Lábios macios... Gostoso sentir a pele macia do seu rosto, seus cabelos...
— Seu beijo também é muito bom. Bom o gosto do seu batom. Você me empresta depois?
— Só se você me beijar de novo...




22

— Eu é que não vou perder meu tempo com a Marta!
— Mas a Marta é legal...
— Legal... Pra quem gosta de papo furado ela é legal...
— Você saiu com ela. Não rolou nada?
— Nem pegar na mão, cara! Saí no prejuízo, chopinho, tira-gosto, gasolina... Mais nada!
— E você não tentou nada?
— Que jeito? Não tinha clima, cara. Eu não via era a hora de levar ela pra casa. Um saco!...
— Mas a conversa dela é legal.
— É, mas quem está interessado em conversa... Isso eu já tenho no meu grupo de estudo na faculdade.
— Você queria logo de cara já ir azarando. A Marta não é desse tipo não, cara.
— Pois é. Por isso não vou mais perder meu tempo com ela.
— Se o que você queria era isso, saiu com a mina errada, cara. A Marta é mulher pra namorar, pra satisfazer corpo e cabeça, não só pra ficar, dar uma trepadinha e se mandar. Você devia saber isso quando chamou pra sair.
— É, devia, mas achei que na hora a coisa mudava e me ferrei.
— Sei, você achou que era só jogar seu charme e ela ia logo abrindo as pernas. Não com ela, cara.
— Você é que parece interessado nela...
— E tô mesmo.
— Tá a fim de entrar no jogo dela?
— Tô.
— Cara! Você está apaixonado por ela!
— Ainda não. Mas acho que me apaixonaria, ela é muito legal.
— Cê surtou?
— Cara, sabe o que é? Já tô de saco cheio dessa de sair, dar um amasso, levar pra cama e só. Depois pinta um puta vazio, saca?
— Só. Mas é a isso mesmo que eu tô a fim. Nada de compromisso depois.
— Pois é. Tô querendo experimentar uma coisa nova, ir mais fundo na relação, levar um papo de conteúdo depois da transa, essas coisas...
— Cara, você surpreendeu! Então chega na Marta...
— Já cheguei. Marquei de sair com ela amanhã.
— Pô, cara. Fica frio que não rolou nada entre mim e ela.

— Acredito. Só faltava confirmar isso pra me decidir a investir nela...

Um comentário :